Receita de banana split

July 4th, 2011

Esta é uma receita fácil e rápida de preparar, aliás a banana split é uma receita ideal para quem tem crianças em casa e quer preparar um lanche especial ou para quem quer preparar uma festa de aniversário e apresentar sobremesas variadas e personalizadas. É uma sobremesa saborosa e cheia de cor que alegra qualquer festa e fica apetitosa aos olhos de qualquer pessoa.

Ingredientes:

4 bananas;

4 bolas de sorvete ou gelado de manga;

Suco de 1 limão;

4 bolas de gelado de chocolate;

Groselhas ou framboesas;

4 morangos;

4 cereja;

Pedacinhos de amêndoa a gosto:

Chantilly;

Calda de morango.

Como fazer esta receita de banana split:

Deve começar por descascar as bananas e cortá-las em metades. Seguidamente, deve usar o suco (sumo) de limão para regar as bananas. Deve colocar uma banana em cada prato de servir e dispô-la no centro do prato. Depois à volta de cada banana pode dispor uma bola de cada gelado. Pode decorar a gosto com groselhas, pedaços de amêndoa, pedaços de morango, chantilly, calda de morango, tubetes, chocolate granulado, farofa de castanha de caju, calda de caramelo, coco ralado, goma de mascar, marshmallow, cerejas em calda ou calda de chocolate.

Nota: As receitas de banana split são muito fáceis e rápidas de preparar pois não precisam de ir ao forno nem ao fogão, até as crianças conseguem fazer sobremesas de banana split. A receita de banana split é uma receita que só precisa de criatividade na combinação dos ingredientes e para fazer banana split pode usar os ingredientes que tem em casa pois é uma receita simples e que permite substituir os ingredientes. As Kcal da banana split dependem dos ingredientes que você usa, é um mito que a banana engorde muito pois é um fruto com muita casca, agora tudo depende da sua escolha. Não se esqueça que pode usar várias espécies de banana, inclusive a banana nanica. Pode usar ingredientes mais light, por exemplo sorvetes sem natas, pode preparar os sorvetes em casa, pode usar mais ou menos fruta, mais ou menos açúcar, ou mesmo usar açúcar light. Portanto, as calorias da receita de banana split dependem do que você decidir colocar na receita e não da própria receita em si.

Receita de bolo de chocolate no microondas

April 30th, 2011

Esta receita é ideal para quem precisa fazer um bolo de uma maneira fácil e rápida. Por isso o micro-ondas é o nosso melhor aliado para fazer uma receita de uma maneira rápida e simples. Para fazer esta receita de bolo de chocolate são necessários os seguintes ingredientes:

100 gramas de natas;

100 gramas de chocolate com leite;

150 gramas de farinha;

4 colheres de sopa de nozes sem pele;

5 colheres de sopa de amêndoas torradas;

1 ovo;

1 colher de chá de fermento;

100 gramas de manteiga;

1 chávena de leite;

8 colheres de sopa de açúcar.

Como fazer este bolo simples de chocolate com nozes no microondas:

1. Use uma forma retangular e forre-a com papel vegetal ou papel manteiga.

2. Bata o ovo com o leite e reserve.

3. Agora deve triturar as nozes, as amêndoas e o chocolate.

4. Pegue num recipiente de ir ao microondas e deite um pouco de água junta com o açúcar e deixe cozinhar durante 2 minutos. Adicione a manteiga e coza durante mais 2 minutos.

5. Adicione a farinha, as amêndoas, o fermento e o leite e o ovo batidos.

6. Coloque a massa na forma rectangular previamente forrada e deixe-a cozer no microondas durante aproximadamente 5 minutos. Vire a meio da cozedura.

7. Depois aguarde 5 minutos até desenformar.

8. Para decorar o bolo, deite o chocolate numa caçarola e deixe-o derreter durante 1 minuto. Espalhe sobre o bolo, decorando-o com as natas e as nozes. Dica: pode transformar este bolo num bolo de aniversário decorando-o com os motivos adequados. Pode ainda enfeitar o bolo com outros ingredientes que sejam do seu gosto, como por exemplo morangos ou framboesas, amoras, frutos vermelhos, mirtilos, amêndoas, avelãs (ou outros frutos secos), raspas de chocolate, laranjas ou cerejas cristalizadas.

Nota:

Este bolo de chocolate é uma otima escolha de receita para as pessoas que não tem tempo e foram surpreendidas pela necessidade de fazer um bolo num curto espaço de tempo, sem precisar de usar o forno. Quando nos aparece aquela visita que não esperamos e precisamos urgentemente de servir um lanche com bolos e chá, o bolo de microondas pode ser uma solução rápida, simples e fácil de fazer tal como a maioria das receitas de microondas. Este tipo de receitas de bolo evitam que se perca tempo e esta receita em particular até se presta a ser decorada como um bolo de aniversário. Geralmente estes bolos, apesar de serem feitos em microondas, funcionam bem como bolos decorados e servem de base às mais variadas decorações. Se procura receitas rápidas de bolos de chocolate ou receitas de bolo com nozes de chocolate, esta é a receita de bolo ideal para si. Este é um bolo de microondas que se faz em pouco mais de 5 minutos e é mais uma daquelas receitas fáceis de microondas adequadas ao dia a dia tão atarefado das mulheres que passam o dia no trabalho e ainda têm que cozinhar quando chegam a casa. Experimente fazer este bolo simples e verá que sua qualidade não é pior do que as tradicionais receitas de bolos de chocolate.

Receita de crepes doces

April 30th, 2011

Esta é uma receita fácil de fazer sendo adequada para dias de festa e lanches com a criançada. Esta receita de crepes tanto serve como sobremesa, como lanche em dias festivos ou para servir num café da manhã ou pequeno almoço mais elaborado ou mais especial, podendo ser servida por exemplo no final de semana quando sobra um tempinho para preparar uma refeição especial. Se quiser poupar tempo, basta colocar todos os ingredientes no liquidificador até obter uma massa líquida que depois vai à frigideira. Quando tiver os crepes feitos, basta usar a sua imaginação para os rechear e decorar antes de servir.

Ingredientes:

90 gramas de manteiga;

200 gramas de farinha;

90 gramas de açúcar;

4 decilitros de leite;

6 ovos;

4 gemas;

Raspa de limão.

Como fazer crepes doces para uma boa receita de sobremesa:

1. Esta receita é rápida de fazer se optar por colocar todos os ingredientes no liquidificador. Dica: pode aproveitar as claras do ovo que sobram para fazer bolos ou pudins como o pudim molotov.

2. Utilize uma frigideira com superfície anti-aderente e unte-a com manteiga, mas sem usar manteiga em excesso. Deixe aquecer e coloque uma concha de massa na frigideira por cada crepe. Espalhe bem a massa pelo fundo da frigideira, nem que tenha que retirar a frigideira do fogão e abaná-la suavemente para espalhar a massa. A frigideira tem que ficar coberta de massa para os crepes não terem buracos pelo meio, pois a massa não tem fermento e não cresce. Dica: Se não quer que o crepe fique tipo sola de sapato, nunca coloque demasiada massa num crepe, pois este deve ficar fino e estaladiço. A frigideira deve ficar com o fundo coberto de massa, mas com esta bem espalhada.

3. Depois de cobrir a frigideira com a massa do crepe, deve deixar alourar e depois virar o crepe e deixar alourar novamente. Quando estiver alourado de ambos os lados, retire o crepe com uma espumadeira, escumadeira ou espátula, com algum cuidado de modo a que este não se parta. Dica: deve ter um prato por perto para colocar logo o crepe quando o retirar da frigideira. Tenha também o cuidado de untar a frigideira apenas antes de colocar o primeiro crepe, não volte a untá-la.

4. Vá repetindo a operação de alourar os crepes na frigideira até acabar a massa. Dica: se quiser ser ainda mais rápida a preparar a receita, pode usar duas frigideiras ao mesmo tempo, tem é que estar muito atenta e virar sempre os crepes na altura certa. Quando servir os crepes, barre-os com geleias, doces, compotas de frutas, creme de chocolate, creme de leite, chantilly, gelado de vários sabores, creme de morango, mousse de chocolate ou outros doces de sua preferência, inclusive doces light ou preparados por si e com pouco açúcar. Depois dobre os crepes em quatro partes e estão prontos a comer.

Nota: Esta receita é rápida e fácil de fazer pois nem precisa de ter trabalho a amassar os ingredientes, basta colocá-los no liquidificador e a massa fica pronta. Esta receita é ideal para servir em pequenos-almoços no dia a dia, no final de semana ou em festas de crianças. Os crepes ficam muito estaladiços e macios, são muito fáceis de mastigar, apresentando um ligeiro e agradável paladar a limão resultante da adição das raspas de limão. Além disso, a preparação dos crepes liberta um cheiro maravilhoso pela cozinha, é como se estivesse dentro de uma pastelaria, só o cheiro já abre o apetite e desperta o estômago para a comida que vem a seguir. É um doce ou sobremesa muito adequado para os amantes do uso de imaginação na gastronomia, pois estes crepes podem ficar personalizados e podem ser a estrela de um buffet, visto que podem ser recheados com os mais diversos ingredientes, de acordo com o gosto e a imaginação de cada um. Pode rechear os crepes com calda de chocolate ou de caramelo, com mousse de chocolate, chantilly, geleia de morango, de frutos silvestres ou dos seus frutos favoritos. Uma receita de crepes é um tipo de gastronomia que qualquer um pode apreciar. Quando as pessoas sentirem o cheiro dos crepes acabados de preparar, vão pensar que você tem uma creperie em casa!

Receita de esparguete à bolonhesa vegetariano com soja

April 28th, 2011

Esta receita é ideal para quem é apreciador de receitas de massas e de gastronomia vegetariana (também chamada de gastronomia vegan) e fica uma comida mais light do que o tradicional esparguete à bolonhesa com carne.

Ingredientes:

1 cebola picada;

2 colheres de sopa de azeite;

150 gramas de soja granulada;

4 dentes de alho;

1 decilitro de vinho branco adequado para culinária;

400 gramas de esparguete (ou macarrão se não tiver esparguete);

200 gramas de tomate pelado e cortado em pequenos cubos;

Um raminho de tomilho (em alternativa pode usar salsinha);

Sal e pimenta a gosto.

Como fazer esta receita vegetariana de esparguete à bolonhesa:

1. Pegue numa tigela com água suficiente e deixe o granulado de soja (deve ser granulado de soja fino) a demolhar durante 20 minutos.

2. Enquanto aguarda pela soja, vá alourando no azeite a cebola e os alhos picados. De seguida deite o vinho branco, a soja previamente escorrida e o tomate. Pegue em metade do tomilho e deixe o preparado a saltear durante cerca de 5 minutos. Adicione sal e pimenta a gosto. Depois junte água e deixe a apurar em lume brando.

3. À parte coza o esparguete (pode ser macarrão ou outro tipo de massa de sua preferência). Dica: coloque umas gotas de azeite na água de cozer o esparguete para que este fique mais solto e nunca coloque o esparguete na panela sem a água estar a ferver. O esparguete deve sempre ser cozido com sal. Deixe o esparguete a cozer durante cerca de 12 minutos e escorra-o quando estiver pronto. Pode usar um tacho de um jogo de cozinha próprio para escorrer massa ou pode usar um escorredor.

4. Depois pegue num prato fundo e coloque o esparguete. Por cima do esparguete deite o molho que preparou e tenha em atenção que o molho deve estar bem quente. Pode agora decorar o prato com o tomilho que sobrou ou com outras ervas aromáticas a seu gosto.

Nota:

Se você tiver que cozinhar um jantar para convidados vegetarianos inesperados (avisaram-na à ultima hora que aquela amiga é vegetariana) e quiser ter uma comida fácil, simples e rápida de fazer para os convidados vegetarianos e, para estes não ficarem constrangidos e só comerem fruta durante a refeição devido a terem que respeitar a sua dieta vegetariana, esta receita pode ser uma boa solução para esse problema. Esta e outras receitas vegetarianas são o tipo de receitas do dia a dia, que não necessitam de ingredientes fora do comum e são comidas rápidas, simples e fáceis de fazer, pois não necessitam de grande preparação prévia, sendo por isso receitas caseiras que funcionam em todas as cozinhas e sem ter que utilizar todos os seus acessórios e utensílios de cozinha e obrigar você a perder tempo a lavar e arrumar tachos e panelas por causa de uma pessoa que segue uma dieta vegan. Se gosta de comida vegetariana e não consegue encontrar este prato em restaurantes, nem mesmo em restaurante italiano, faça esta receita, porque é das receitas mais fáceis de se fazer. No fim fica um prato bonito e com bom aspeto, semelhante ao típico prato italiano, o famosos esparguete à bolonhesa com carne. Portanto, é uma comida rápida e simples, fácil de se fazer, para saborear sozinho ou sozinha, ou que, numa emergência, pode servir a convidados, aos amigos, em festas de aniversário de crianças, a visitas inesperadas de pessoas vegetarianas.

Receita de Mousse de chocolate fácil e simples

April 26th, 2011

Este mousse de chocolate é indicado para quem não tem tempo a perder, pois é fácil, rápido e simples de fazer. Vale mais a pena fazer uma mousse que seja rápida e fácil de fazer como essa do que fazer uma mousse instantanea em pó, artificial, cujo sabor e textura não tem qualidade alguma, para além de ser processada industrialmente, ficando por isso um pouco mais barata. No entanto, o dinheiro que se poupa no imediato, mais tarde acaba por sair mais caro devido aos custos médicos derivados dos efeitos que os aditivos estranhos ao nosso organismo têm a longo prazo na saúde de nosso corpo. Essa mousse fica consistente, firme, leve e bastante saborosa, é caseira e não leva conservantes, corantes ou outros aditivos, como espessantes alimentares ou intensificadores de sabor. Os seus filhos vão adorar essa mousse de textura aveludada, pronta a derreter-se na boca. Um mousse caseiro tem sempre vantagens porque você pode escolher os ingredientes e usar ovos frescos. Pode fazer esse mousse em dias de festa, para aniversários, na época natalícia ou em lanches com os amigos. Há muitas outras versões de mousse de chocolate, mas costumo usar esta por ser simples de fazer e não levar creme de leite, leite condensado ou natas.

Ingredientes necessários para fazer o mousse de chocolate:

6 ovos;

120 gramas de manteiga sem sal;

6 colheres de sopa de açúcar em pó (açúcar glacês ou açúcar confeiteiro);

200 gramas de chocolate em barra para culinária (chocolate meio amargo).

Como fazer esta receita de mousse de chocolate simples e caseiro:

1. Pegue numa taça grande, vá deitando as gemas de ovo uma a uma e batendo lentamente com o açúcar até ficar uma mistura bastante uniforme e homogénea, parecida com um creme. Não use açúcar normal, mas açúcar de pasteleiro ou confeiteiro (o açúcar decorativo que se usa para polvilhar os bolos) para não sentir o açúcar a trincar na boca quando comer a mousse.

2. Pegue em dois tachos e derreta o chocolate e a manteiga em banho-maria. Tenha em atenção que o normal é usar chocolate que não tenha mais que 50% de cacau. Se usar chocolate com maior percentagem de cacau, a mousse ficará com um sabor mais amargo, ficando por isso mousse de chocolate amargo. Se gostar de sabor de chocolate puro e amargo, pode usar cacau com maior percentagem. Até há quem use chocolate branco, tudo depende do seu gosto.

3. Adicione o chocolate derretido e a manteiga derretidos em banho-maria ao preparado do açúcar com as gemas de ovo. Faça-o de forma lenta e gradual (pode ir colocando o chocolate aos poucos) para que a gema de ovo não fique cozida, mas sim uniforme e bem integrada com a mistura. Dica: se quiser dar um sabor especial e requintado à sua mousse de chocolate, pode juntar um licor, uma bebida aromática ou, por exemplo, um vinho do porto. O licor pode até combinar com a decoração que vai dar à mousse. Por exemplo, se decorar o mousse com morangos pode usar licor de morango, se decorar com amêndoas pode usar licor de amêndoa, se decorar com raspas de casca de laranja cristalizadas pode usar um licor de laranja.

4. Entretanto, vá batendo as claras em castelo com a batedeira. Dicas: use um recipiente alto para evitar que os salpicos da clara de ovo salpiquem e sujem a cozinha. Verifique que as claras estão no ponto quando estiverem a ficar sólidas e muito brancas, sem cair do recipiente quando o virar ao contrário. É importante que as claras fiquem no ponto certo para que a mousse saia aveludada.

5. Junte as claras em castelo ao preparado anterior. Esse processo deve ser feito de forma lenta e cuidadosa, deve envolver os ingredientes em lugar de bater.

6. Coloque na geladeira ou frigorífico (numa taça grande ou em taças individuais próprias para sobremesas) e aguarde cerca de duas horas e meia até o mousse solidificar e adquirir a consistência própria. Depois é só servir. Para além das decorações já anteriormente sugeridas, pode decorar o mousse com chantilly, granulado de brigadeiro, nozes, cerejas em calda, raspas de chocolate ou folhas de hortelã.

Receita de frango guisado com macarrão ou esparguete

April 26th, 2011

Esta receita de frango é uma receita fácil de se fazer, evita ter muito trabalho a lavar loiça e ajuda a poupar tempo, pois se faz tudo no mesmo tacho. Além disso, é uma receita de baixo custo, não apenas devido ao preço barato do frango, mas também porque a massa (macarrão ou esparguete) faz render bem a carne. É uma receita ideal para servir em família, tem um paladar agradável (com um ligeiro sabor a ervas aromáticas) e é apreciada pelas crianças e pelos idosos pois a carne não é dura e já vem cortada em pequenos pedaços. Além disso, não fica uma receita muito pesada porque o frango é uma carne magra com uma elevada quantidade de proteínas e pouco colesterol (as carnes de aves são brancas e magras), recomendada em dietas e essa receita é feita sem as gorduras do frango. Dica: se quiser que a receita fique ainda mais light, não coloque as rodelas de linguiça ou, para não perder o sabor que a linguiça dá ao prato, coloque apenas metade da dose de rodelas indicada na receita.

Ingredientes (para 4 pessoas):

1 Frango grande (sem miudezas), em alternativa pode usar galetos;

12 Rodelas de linguiça;

1 Cenoura;

2 Cebolas médias;

4 Colheres de sopa de azeite;

1 Decilitro de vinho branco;

1 Decilitro de polpa de tomate;

2 Folhas de louro;

Um ramo pequeno de alecrim ou rosmaninho (de preferência fresco);

400 Gramas de macarrão ou esparguete;

Sal;

Pimenta (opcional);

Salsinha picada para decorar.

Como fazer esta receita caseira de frango guisado com massa:

1. Pegue no frango, tire-lhe a pele e as gorduras e corte-o em pedaços de tamanho a gosto. Depois de cortado, coloque o sal (não exagere) e reserve o frango. (Se não quiser ter o trabalho de cortar o frango, quando for ao supermercado tente comprar uma embalagem de frango já cortado, que claro é mais cara). Dica: deve tomar atenção à compra do frango, pois se comprar galinha em vez de frango, a galinha tem uma carne mais dura e por isso não tem o mesmo tempo de cozedura do frango, o que obriga a estar mais tempo a cozinhar no fogão.

2. Enquanto arranja o frango, vá alourando as cebolas picadas num tacho (de tamanho médio para caber o esparguete cozido) com azeite. Adicione o frango, as rodelas de linguiça e as cenouras cortadas em pedaços pequenos, vá mexendo de vez em quando até ficar bem refogado. Junte o vinho branco, a polpa de tomate, o alecrim (ou rosmaninho) e as folhas de louro. Dica: se não tiver alecrim nem rosmaninho, pode usar tomilho.

3. Depois deve tapar o tacho e deixar o preparado a apurar durante cerca de 25 minutos, vigiando e mexendo a meio da cozedura.

4. Quando o preparado estiver quase apurado, ferva água na quantidade necessária para cozer a massa e ficar com algum molho. Adicione a água a ferver ao tacho com o preparado anterior e depois coloque o macarrão ou o esparguete (ou outra massa que seja de seu gosto), retificando os temperos, sobretudo o sal.

5. Deixe a cozinhar em lume brando durante cerca de 15 minutos (o tempo suficiente para o macarrão ou esparguete ficar cozinhado). Vá espreitando a cozedura da massa, pois pode ser necessário acrescentar mais água, de preferência quente, para não pegar ao tacho ou ficar sem molho. Dica: se estiver com demasiada água, cozinhe com o tacho destapado e deixe a cozer durante mais 2 minutos para evaporar a água.

6. Está pronto a servir e agora pode decorar os pratos polvilhando com salsinha (ou outras ervas aromáticas) a gosto. Não se esqueça que os olhos também comem.

Receita de arroz doce com dicas para ficar cremoso

April 25th, 2011

Existem diversas receitas para arroz doce, algumas não levam leite, levando apenas água, outras levam manteiga, outras levam pudim instantâneo em vez de ovos, outras receitas não levam ovos nem pudim, ficando o arroz pouco amarelo, diria mesmo que o arroz fica branco. Existem mesmo receitas para arroz doce em que é utilizado açúcar mascavo (mascavado, açúcar não refinado com melaço). No entanto, escolhi esta receita de arroz doce, pois já a fiz vezes sem conta em minha cozinha e sempre costuma sair um arroz cremoso e saboroso que faz muito sucesso entre minha família e amigos.

Ingredientes:
2 paus de canela;
2 cascas de limão;
Cerca de 8 dl de leite;
1 dl de água;
Uma pitadinha de sal;
150 g de arroz;
175 g de açúcar branco cristal;
3 gemas de ovo;
Canela em pó para enfeitar (opcional).

Como fazer esta receita caseira de arroz doce:

1. Pegue num tacho (dica: não use um tacho muito pequeno, pois o arroz cresce e é preciso espaço para mexer o arroz) e leve-o ao lume com o leite, a água, a pitadinha de sal, os paus de canela e as cascas de limão (tenha atenção que deve lavar bem a casca do limão, a pele exterior que envolve o fruto, e que, ao cortar a casca, deve só cortar a parte amarela e não a parte branca do limão, portanto, corte cascas finas). Assim que a mistura entrar em fervura, adicione o arroz. O arroz deve ficar a cozer em lume brando durante cerca de 18 minutos, com o tacho destapado, mexendo de vez em quando (dica: deve mexer o arroz sempre no mesmo sentido para evitar que os bagos do arroz se partam e este fique em papa) e adicionando leite se a mistura começar a ficar muito sólida com tendência para pegar ao tacho. É importante estar atenta à cozedura do arroz e mexer sempre que for necessário. Assim que o arroz estiver cozido, retire as cascas do limão (para que estas não provoquem um sabor amargo quando estiver a comer o arroz).
2. Neste momento, para tornar o arroz doce deve adicionar o açúcar e deixar cozer por mais 5 minutos, mexendo ou adicionando mais leite quando for necessário (pode deixar o pacote de leite perto do fogão para adicionar o leite à medida que vai mexendo o arroz). Pode provar o arroz para saber se está bom de açúcar e juntar mais açúcar se gostar do arroz mais doce, tudo depende do gosto.
3. Enquanto isso, à parte separe as claras das gemas de ovo (guarde as claras de ovo para outra receita ou deite fora) e mexa bem as gemas. Adicione as gemas ao preparado anterior, mas tenha cuidado ao adicionar, pois deve fazê-lo lentamente e mexendo sempre (para as gemas não ficarem cozidas e espalhadas em pedaços grossos pelo leite, com aspeto de ovos mexidos). Deixe cozer durante mais dois minutos, mexendo se houver necessidade.
4. Agora vou revelar-lhe um truque: se gosta do arroz doce mais solto, cremoso e suculento, feche o lume quando ele estiver com aspeto de líquido (a parecer uma espécie de polpa ou massa), nem que para isso tenha que voltar a adicionar leite antes de tirar o arroz doce do lume. Mas se gosta do arroz doce bem sólido, não se preocupe com isso, pode logo retirá-lo do lume sem adicionar mais leite.
5. Quando tiver desligado o lume, pegue numa forma grande, em formas pequenas, pratinhos de sobremesa ou pires (conforme o gosto e o espaço que tiver para armazenar no frigorífico ou os convidados que tiver em casa), passe as formas por água e deite o arroz doce.
6. Finalmente, pode polvilhar com canela em pó, deixando os motivos decorativos por conta da sua imaginação. Pode usar copos de diferentes tamanhos e formas para lhes molhar a extremidade e os pressionar num prato com canela moída para que o rebordo do copo consiga agarrar o máximo de canela. Depois calque suavemente na superfície do arroz doce ainda quente. No entanto, nem toda a gente aprecia a canela em pó, pois há pessoas que tem alergia à canela. Pode não usar canela, perdendo o efeito decorativo que a canela dá, mas não julgue que fica com uma sobremesa com mau aspeto, pois a gema do ovo dá uma cor amarela e bonita ao arroz. Também pode usar chocolate em pó, o qual também dá um lindo efeito decorativo, similar ao da canela, mas não prejudica a saúde dos alérgicos à canela, evitando crises de reação alérgica a algumas pessoas sensíveis e com tendência para esta alergia alimentar.

Receita de Bolo de Chocolate de Páscoa

April 24th, 2011

Esta receita dá como resultado um bolo delicioso, cremoso e fofinho que as crianças e os adultos vão adorar e causa uma boa imagem e impressão porque fica muito bonito depois de decorado com raspas de chocolate e amêndoas. Pode fazer esta receita na época da Páscoa, quando a família se reúne no almoço de Domingo de Páscoa, ou durante todo o ano, pois é uma sobremesa que não a deixa ficar mal vista. É um bolo muito adequado para épocas festivas, para o Natal, para aniversários ou para os amantes de chocolate.

Este bolo dá seis pessoas e aqui fica a lista dos ingredientes a usar:
150 gramas de açúcar branco;
200 gramas de chocolate;
4 ovos;
Uma pitadinha de sal;
125 gramas de manteiga;
100 gramas de farinha para culinária sem fermento;
Uma colher de café de fermento em pó ou levedura;
Raspas de chocolate e amêndoas para a decoração do bolo;
Manteiga para untar a forma.

Ingredientes para o glacê:
30 gramas de manteiga;
150 gramas de chocolate.

Modo de preparar o bolo:

Pegue no chocolate, na manteiga e no açúcar e derreta em banho-maria. Para quem não sabe, banho-maria é um procedimento usado na cozinha e na indústria para aquecer uma substância de forma lenta (para não queimar) e uniforme. Realiza-se inserindo um recipiente noutro recipiente no qual existe água a ferver. Quanto estiver tudo derretido, deve esperar que arrefeça um pouco e, seguidamente, juntar as gemas, sem nunca parar de mexer (para que as gemas fiquem uniformemente misturadas e não “cozidas”). Reserve.
Depois bata as claras em castelo com a pitadinha de sal. Para que as claras fiquem mesmo em castelo, ou seja, sólidas, deve ter cuidado ao separar as claras das gemas para não ficar qualquer parte da gema dentro das claras. Agora deve juntar metade da farinha com o fermento adicionado e metade das claras ao preparado de chocolate. Tenha cuidado o misturar estes ingredientes, a mistura deve ser realizada de forma delicada. Adicione a outra metade da farinha e as restantes claras e tenha novamente cuidado ao envolver. Não precisa de utilizar o liquidificador para esta tarefa.
A massa está agora pronta para ir ao forno. O forno deve estar previamente aquecido a 150 graus centígrados e o bolo leva uma hora a cozer. Depois deixe arrefecer e retire cuidadosamente o bolo da forma.

Preparação do glacê:
Use novamente o método do banho-maria e derreta o chocolate com um pouquinho de água. Retire o chocolate derretido e misture com a manteiga. Barre o bolo com este preparado e mantenha-o em repouso durante duas horas para solidificar bem. Finalmente, pode fazer uma decoração rápida, simples e fácil com amêndoas (de Páscoa ou não) e raspas de chocolate.

Quibe grelhado ou frito

March 22nd, 2011

Ingredientes necessários para fazer a massa do quibe:
1 Kg de carne moída (de vaca ou carneiro);
1 Kg de trigo para kibe;
Folhas de hortelã;
2 Cebolas;
Azeite;
Sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de Preparo:
1. Hidrate o trigo com 1 litro de água quente por 3 horas, se necessário esprema o trigo tem que ficar bem seco;
2. Em uma tigela, misture todos os ingredientes com as mãos até formar uma massa;
3. Aqueça o grill, molde os kibes e pincele com azeite.
4. Disponha os kibes no grill e deixe grelhar a seu gosto. Em alternativa pode fritar os quibes em óleo. Se grelhar espalme os quibes (até ficar com formato arredondado e chato), se fritar faça bolas com o formato de bolinhos de bacalhau.
A quantidade indicada serve para 4 pessoas.

Dicas:
Pode substituir a pimenta do reino por pimenta de cheiro, juntamente com cheiro verde finamente picado.
Se você não gosta de pimentas, pode as substituir por alho picado, mas neste caso reduza a quantidade de sal, pois o alho reforça o sabor do sal.
Para que o quibe não se abra ao ser cozinhado, pode colocar um ovo na massa, juntamente com 2 colheres de farinha de trigo.
Em alternativa à carne de vaca ou de carneiro, pode usar carne de aves, galinha ou pato de preferência.

Esta receita teve a sua origem no Oriente Médio, podendo ter várias versões consoante o país ou região. Esta comida foi introduzida no Brasil através dos imigrantes libaneses.

Receita Light de Sanduíche de Queijo

March 22nd, 2011

Ingredientes:
• Ricota ou queijo minas branco (queijo fresco em Portugal);
• Um tomate maduro;
• Maionese light;
• Cheiro verde;
• Alface;
• Sal a gosto;
• Pão francês (ou Tostas).

Como fazer a pasta de recheio:
1. Pique o queijo de minas branco bem picadinho e depois o amasse com uma colher até ficar praticamente parecido com o queijo de ricota, caso não tenha o queijo de ricota;
2. Depois pique um tomate, bem picadinho sem semente (porque não é agradável sentir as sementes quando se come esta sandes) e misture com o queijo;
3. Depois coloque o cheiro verde picado;
4. E em seguida 2 colheres de maionese (em alternativa pode usar manteiga light ou mesmo um pouco de manteiga normal, ou se quiser mais natural usar um pouco de azeite em vez da maionese);
5. Misture tudo bem e coloque um pouco de sal (por que o queijo branco quase não tem sal);

Como fazer esta Sanduíche:
1. Colocar no pão, tostas, torradas, etc;
2. Colocar a alface abundantemente dentro do pão.

Nota:
Caso você esteja a fazer regime, não use a maionese, mas sim azeite e em vez de pão francês, opte por usar pão light, de preferência integral. Quando fizer esta receita e queira ter uma refeição com poucas calorias, abuse na quantidade de alface, pois esta dá sensação de ter ficado cheia e quase nenhumas calorias.